Sites Grátis no Comunidades.net
Múltiplos Impactos 2

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=Multiple+impact+events+chondrite+asteroid

Produtos de derretimento de impacto de alta temperatura como evidência de explosões aéreas cósmicas e impactos há 12,900 anos.

Abstrato

Foi proposto que fragmentos de um asteróide ou cometa impactaram a Terra, depositaram microfissulas com sílica e rica em ferro e outros proxies em vários continentes e desencadearam o episódio de resfriamento Dryas mais novo, 12,900 anos atrás. Embora muitos grupos independentes tenham confirmado o impactoevidência, a hipótese continua controversa porque alguns grupos não conseguiram fazê-lo. Examinamos as seqüências de sedimentos de 18 locais datados de Yasse Dryas (YDB) em três continentes (América do Norte, Europa e Ásia), abrangendo 12.000 km em torno de quase um terço do planeta. Todos os sites exibem microesferas abundantes no YDB com nenhum ou poucos acima e abaixo. Além disso, três sites (Abu Hureyra, Síria, Melrose, Pensilvânia e Blackville, Carolina do Sul) exibem objetos semelhantes a escoriais semelhantes a vesículas, de alta temperatura e silíceas, ou SLOs que combinam as esférulas geoquimicamente. Comparamos os objetos YDB com produtos de derretimento de um impacto cósmico conhecido (Meteor Crater, Arizona) e da explosão nuclear da Trinity de 1945 no Socorro, no Novo México, e descobrimos que todos esses eventos de alta energiaproduziu material que seja geoquimicamente e morfologicamente comparável, incluindo: (i) microfirmulas e SLO de alta temperatura, rapidamente extintas; (ii) corindo, mullite e suessite (Fe (3) Si), um mineral meteoriático raro que se forma sob altas temperaturas; (iii) vidro de SiO (2) derretido, ou lechatelierite, com texturas de fluxo (ou schlieren) que se formam a> 2.200 ° C; e (iv) partículas com características indicativas de colisões interpartículas de alta energia. Esses resultados são inconsistentes com os materiais antropogênicos, vulcânicos, autênticos e cósmicos, ainda que consistentes com os ejetos cósmicos, apoiando a hipótese de ataques aéreos extraterrestres / impactos há 12,900 anos. A ampla distribuição geográfica dos SLOs é consistente com impactores múltiplos .

PMID:
 
22711809
 
PMCID:
 
PMC3396500
 
DOI:
 
10.1073 / pnas.1204453109